Desintoxicando o fígado através da alimentação

figado

Seu fígado é o faxineiro do seu corpo, limpando toda as toxinas que você pôs para dentro. O fígado mantém os sistemas funcionando suavemente. A dieta moderna, poluentes ambientais, e nossa crescente dependência de cosméticos tóxicos têm dado trabalho a nossos fígados.

Você pode usar alguns itens alimentares de fácil acesso ou que você já possui. Aqui são 5 desses itens:

1. Suco de limão (melhor ainda ao acordar, em jejum, e morno!) – Suco de limão é um excelente jeito de desintoxicar o seu fígado toda as manhãs. Não adicione açúcar, só tome o suco de limão diluído em água purificada. A. F. Beddoe, autor de ‘Ionização Biológica Aplicada à Nutrição Humana’, é um dos que acredita que o fígado produz mais enzimas em resposta ao suco de limão do que em resposta a qualquer outro alimento.

2. Alho – Adicione alho no preparo de seus alimentos ou corte bem miúdo e coma cru com saladas. Alho contém compostos de enxofre que ajudam a ativar enzimas no fígado. Contém alicina e selênio que são benéficos à proteção do fígado.

3. Abacates – Como se precisasse de mais motivos para comer abacate (combina com muitos alimentos), um estudo japonês descobriu que o abacate contém compostos que podem proteger o fígado de danos. Quando comparado a outros 21 frutos, abacate foi o mais promissor em proteger o fígado da galactosamina, uma substância constituinte de hormônios mas hepatotóxica (danosa ao fígado), comparável ao dano causado no fígado pelo vírus da hepatite.

4. Coentro (folhas frescas) – Muito versátil, podendo ser adicionado como tempero a uma grande variedade de alimentos, essa erva auxilia na eliminação de metais pesados do organismo, algo contra o qual seu fígado pode estar lutando neste exato momento (dada a enorme exposição a metais pesados nas rotinas de grandes cidades e de produtos industrializados).

5. Cúrcuma/Açafrão-da-terra – Outro poderoso tempero com uma longa lista de benefícios, cúrcuma (ou açafrão-da-terra, Curcuma longa), além de proteger o fígado de danos, encoraja a regeneração de células do fígado e uma maior produção de bile (que auxilia na digestão de gorduras, e uma boa digestão significa menor intoxicação). Além disso, é muito fácil de plantar e cultivar. Achado mais facilmente em pó, mas recomenda-se ralar a raiz fresca.

 

(adaptado de http://www.undergroundhealth.com/how-to-detox-your-liver/?ModPagespeed=noscript)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s